Capa single Milímetro Perdido.png

Milímetro Perdido (22/03/21)

 

A faixa aborda a evolução humana e as relações contemporâneas.

No âmbito melódico, o artista dialoga principalmente com o rock alternativo.

 

Para o músico, Milímetro Perdido também reflete sobre a pandemia do COVID-19. “Estamos em um período muito complicado. É impossível não refletir e repensar a vida em algum momento. Me ocorreu de ter um impulso para investir em um home studio. Venho estudando bastante para desenvolver as minhas canções da melhor maneira possível”.

Superclia82 Amanhecer.png

Amanhecer (20/04/21)

 

Para o compositor, Amanhecer traz uma mensagem de harmonia. “É sobre entender que cada um tem a sua jornada. Portanto, mais vale compartilhar o amor e crescer lado a lado do que tentar passar por cima dos outros. Vejo que tanto a letra, quanto a melodia, que é recheada de acordes dissonantes, traduzem essa mensagem”.

Superclima82 Ctrl C.jpg

Ctrl C (26/05/21)

"O homem sempre tentou ser como Deus”. Essa é a premissa do novo single Ctrl C. A faixa traça um paralelo entre a tecnologia contemporânea e a tentativa da humanidade em se igualar àquele que é responsável pela existência. Ctrl C é recheada de elementos de psicodelia e rock alternativo.

 

O cantor explica sobre o título do novo single: “Escrevi essa música depois de ler uma reportagem sobre clonagem. Ela me fez refletir sobre o quanto o homem busca ter o poder de Deus, tanto na conquista espacial, quanto na genética. Por isso, o título 'Ctrl C’”.

Litorâneo (23/06/21)

A faixa é dissonante e psicodélica, mas recheada de nuances de música brasileira e rock alternativo. Com isso, até pode-se dizer que a canção lembra a sonoridade de nomes como Radiohead e Mutantes.

 

A música conta com uma letra enxuta, que funciona como uma espécie de mantra.

Segundo o artista, Litorâneo propõe uma reflexão sobre a forma como lidamos com os fatos inesperados. “O eu-lírico aponta justamente para a dúvida que sentimos ao nos deparar com tudo aquilo que é repentino e imprevisível. Nada é mais humano do que isso”, frisou.